sexta-feira, 4 de abril de 2008

Um Amor Incondicionalmente Literário


Duvido que alguém que esteja lendo este blog ainda não tenha me ouvido falar de Fabrício Carpinejar e fazer propaganda de seu blog. Pois é, o dono dos escritos do qual me tornei tão fã, vai participar do programa de auditório que estamos produzindo para a aula de Projeto Experimental 5. O quadro que ele participará vai ser uma bate-papo sobre adaptações de livros para o cinema. Participarão também outros convidados de peso, como Otto Guerra, da animação Wood & Stock - Sexo, Oréganao e Rock n' Roll, entre outros. Mas o Fabrício, claro, foi sugestão minha.
Pra quem não sabe (este alguém não deve me conhecer), o Fabrício é poeta, cronista, jornalista e professor. Confesso que ainda não li nenhum de seus livros, mas desde que decobri seu blog passei a apreciar muito seus textos. Já tinha ouvido falar um bocado do poeta em questão, pois volta e meia ele participa de importantes eventos literários. Mas pude conhecê-lo melhor mesmo em um sarau que participou juntamente com Frank Jorge, na Feira do Livro de Gravataí. Lá pude perceber sua sensibilidade aflorada e uma personalidade meio maluca, típicas de quem possui uma veia artística. Pra se ter uma idéia, ele consegui fazer o público gravataiense, normalmente apático, interagir. Coisa difícil de acontecer, ainda mais em um sarau.
Bem, depois disso imaginei que ele tivesse um blog e decidi pesquisar. Não é que tinha mesmo!? Desde lá, não consigo deixar de lê-lo. Seus textos são de uma sensibilidade incrível. Ele consegue encontrar em pequenos detalhes a cereja do bolo. A maioria de seus textos desenvolve-se a partir de sutilezas, que normalmente poderiam passar despercebidas, mas ele as enxerga com a magnitude que merecem. Isso funciona muito bem, pois as melhores coisas da vida encontram-se mesmo nos mais sutis detalhes. Pois é, o link do blog está aí ao lado e vale à pena dar uma conferida.
Por isso tudo, estou muito feliz e anciosa pela participação do Fabrício Carpinejar em nosso programa. Será muito legal ter a oportunidade de trocar algumas idéias com alguém que com seus textos é capaz de tocar, rir, emocionar, refletir.

Curió(sidade)

Meu próximo passo é ser casada por ele. É isso mesmo, o poeta até casamenteiro já virou. Uma leitora sua, dizendo-se não religiosa, usou do seguinte argumento para convencê-lo a ralizar tal feito: "quem melhor do que meu poeta preferido para celebrar o amor?". Ela tem razão, não há ninguém melhor do que um poeta para entender de sentimentos e relacionamentos amorosos. Nada mais justo do que um poeta "abençoe" um casal. Achei o máximo a idéia e faço questão de me colocar na fila. Só falta arranjar o noivo!

2 comentários:

Am.P. disse...

O quê? Vc é fã do Fabrício??? Desde quando??? Puxa! Não sabia... Hehehehehe!!! Eu acho ele muito massa tb (acho que não com a mesma intensidade que vc, mas...)!!! Que venha o programa!

Mysty disse...

Oieee!!!!
Eu disse que deixaria um comentário bem gigante no teu blog.... o probs é que não exatamente o que comentar... Não sei mto sobre Fabrício Carpinejar, só que o apelido dele é panqueca e que ele tem um visual meio andrógeno. Ah e que ele não é bonito, mas isso não importa né...beleza não põe mesa! Simmmmm ele estará no nosso programa yey \o/ hauhauhauauah
Acho que deu né??? No fim no falei nada com nada hauhauahuahua
bjoks!!!!!