segunda-feira, 29 de março de 2010

Um Sonho Possível: A história de Michael Oher

O verdadeiro Michael Oher e sua família

Um filme que conta uma história real é sempre mais comovente. Melhor ainda se a história tiver final feliz. E neste caso, não há o menor problema em contar o final, porque ele já é conhecido. Um Sonho Possível está mesmo interessado em contar é o começo, como Michael Oher se tornou um grande offensive tackle do time do Baltimore Ravens.
O atual defensor do blind side (lado cego) do quarterback dos Ravens, nem imaginava em se tornar um jogador de futebol americano quando foi encontrado por uma rica família que resolveu interferir em seu destino. Então com 16 anos, o jovem analfabeto, sem pai, praticamente sem mãe, uma viciada em drogas, sem um lar, vivia pelas ruas, às vezes em albergues ou na casa de conhecidos. Naõ tinha, também, perspectiva alguma de vida. Mas tudo mudou quando, em uma noite fria do inverno americano, a família Tuohy encontra o garoto vestindo apenas bermuda e camiseta. Leigh Anne Tuohy, interpretada no filme por Sandra Bullock, se comove e resolve levar o jovem para passar a noite em sua casa. E o que era para ser apenas um noite acaba se estendendo e, naturamelte, Michael se torna parte da família.

Cartão natalino da família


Devido ao porte atlético de Michael, ele acaba entrando no time da escola naturalmente. Porém, não leva muito jeito com o esporte. O determinante é Leigh Anne, que percebe o notável instinto de proteção do jovem e acaba explicando as técnicas do jogo da maneira mais fácil para o, até então leigo no esporte, entender como jogar. E não é só com relação ao esporte que Leigh Anne se torna essencial na vida de Michael. Ela demonstra coragem e perspicácia para enfrentar os desafios para educar o garoto, o preconceito das amigas da alta sociedade e chega a se arriscar nas perigosas ruas de Memphis (Tennessee), onde o garoto vivia antes.
Um Sonho Possível foi inspirado no livro The Blind Side: Evolution of a Game (Lado cego: A Evolução do Jogo), um best-seller de Michael Lewis, lançado em 2006. O longa dirigido por John Lee Hancock, alcançou o topo da lista das maiores bilheterias na terceira semana de exibição, arrecadando 220 milhões de dólares, nos Estados Unidos e garantindo, ainda, 2 indicações ao Oscar, de Malhor Atriz, arrematado por Sandra Bullock, e Melhor Filme.
A história de Michael Oher é uma entre milhões que não tiveram o mesmo desfecho e é isso o que mais comove: pensar em quantos poderiam ter destinos parecidos, mas a falta de oportunidade os impediu. O filme vale a pena pela história de superação, dedicação e persistência e para se conhecer um capítulo recente da história do futebol americano.

Assista ao trailler do filme:



4 comentários:

Loren e Maykon disse...

Muito bom esse filme, engraçado e comovente...Amei (:

deinha disse...

Amei o filme...Mais pessoas deveriam agir com Michael Oher: ACREDITAR NUMA VIDA MELHOR!!!

Anônimo disse...

Anny Aquino..
cara esse filme munda minha forma de pensa...assistir ele 5 vez muito bom..pra quem nao quer nada da vida..eu aprendi muito e recomendo esse filme...d+ obrigado guerreiro...michael oher.. dona Leigh Anne Tuohy

Anônimo disse...

Maravilhoso esse filme!!Uma verdadeira lição..
Ao mesmo tempo que é comovente da para dar boas risadas.