domingo, 6 de janeiro de 2008

Balanço 2007


Tudo bem, já estamos em 2008. Mas não publiquei este texto antes por falta de tempo.

Final do ano é de prache as grandes empresas e órgãos do governo divulgarem seus balanços anuais. Se eu fizesse meu próprio balanço anual ficaria mais ou menos assim:
  • 956 horas de risadas;

  • 469 verbetes engraçados;

  • 223 dancinhas engraçadas;

  • 158 quilos de batatas fritas com queijo;
Xiii, me perdi nos litros de cerveja! E nas horas no telefone com os amigos... Mas como eu não sou muito boa com números mesmo vou tentar com palavras.

Ao longo de todo o ano de 2007, meu saldo final certamente é positivo. Até arriscaria em dizer que foi um dos meus melhores anos.

Este ano troquei de emprego. Saí de uma ocupação na área comercial e passei para minha área, jornalismo. Descobri que é, de certa forma, triste deixar uma rotina em que já se está adaptado e pessoas com quem você aprendeu a lidar e conviver. Por outro lado, é fácil se adaptar a uma nova rotina de trabalho. E o mais importante desta troca foi que comprovei na prática um pensamento que tinha como teoria: que vale mais a pena trabalhar com algo que se gosta, mesmo que seja para ganhar menos.

As aulas me surpreenderam este ano. Me decepcionei com as cadeiras de rádio. Descobri que não estou apta para trabalhar com radiojornalismo no dia em que meu professor me perguntou se eu estava gripada, pois minha voz parecia anasalada. É, na verdade eu não estava gripada. Em contraponto, as aulas de TV foram muito legais. É divertido trabalhar com imagens. Fizemos até um curta-metragem! Nunca pensei que fosse fazer um, quanto mais que eu seria a atriz principal. Valeu muito a experiência. Mas sem dúvida, o que me aconteceu de mais importante no curso em 2007 foram as aulas de teatro. Não me canso de falar isso, porque não serviram somente para a vida acadêmica, mas para a vida. Foi algo "do ser". Vale destacar também, que os colegas foram muito importantes em mais uma etapa do curso. E ao longo deste ano ficamos até mais unidos. Isso foi muito bom.

No setor família, quem merece muito destaque este ano, é minha mãe querida, que está sempre se esforçando ao máximo para me ajudar a conciliar estudos, trabalho e diversão. Sem ela acho quer não conseguiria. Bom, ganhei outra sobrinha linda, minha afilhada Rafa. E acho que em 2007 ficamos mais unidos lá em casa.

Outros acontecimentos que merecem destaque são os jogos do Grêmio, com direito a avalanche e tudo, e os jogos de futebol de madrugada, no Parcão. Lisi futebolística? Quem diria! Eu mesma me surpreendo. Mas esse é o bom da vida, a cada momento estar sujeito a novas experiências.

Bem, os assuntos coraçonildos (como diria o Klaus) foram pouco movimentados. Porém, substituídos por muitos momentos divertidos com amigos. Eu e meus amigos somos viciados uns nos outros e isso compensa qualquer coisa. Ah, esses amigos... neste ano ano me afastei de alguns, me aproximei e reaproximei de outros. Muitos dos momentos mais alegres deste ano, sem dúvida, aconteceram ao lado dos amigos. E pasmem, parte deles aconteceram dentro de uma van. Sempre soube qualquer lugar era propício para fazer amigos. Mas "nunca sabio" que fosse possível conhecer em uma van amigos que, apesar da vida ser imprevisível, tenho certeza de que são para a vida toda.
Entre tantos fatos legais que dividimos, destaco o mais marcante para mim, pois foi uma das coisas mais tris que já recebi na vida. Chega a ser emocionante! Foi a homenagem (já relatada no She Blogs), que mais do que um pedido de desculpas, foi uma declaração de amizade. Foi o máximo!
Pena que é impossível relatar tudo, mas uma coisa é certa: guardo cada momento feliz deste ano com muito carinho. E quero que todos os amigos, mesmo os que não tenho tido contato com muita freqüência, saibam que são muito importantes para mim. Já aprendi e quero continuar aprendendo um pouco com cada um. Adoro muito muito muito vocês!

Para terminar, desejo muitas coisas boas para todos que quero e que também me querem bem. Um ótimo 2008 para nós!

7 comentários:

Marluci disse...

Aiii Lisi, q lindo!!! =)
Ótimo Balanço!
Agradeço muito por ter te conhecido em 2007 e que 2008 seja um ano muitooo melhor e pior que 2009 hehe! =)

bjão e ótimas férias!

Lisi disse...

Ôôô Marlúcia, que saudades!! Também adorei te conhecer, tu é muuuiiiitooo querida!!
Precisamos combinar aquela visitinha que tu prometeu na tua casa, hehe!!

Beijos!

Am.P. disse...

Estou emocionada! Hehehe!!! É... O ano foi bom... Na verdade, mais o segundo do que o primeiro semestre de 2007, né? "Medo de quêêê???". E que o quinto, o sexto, o sétimo e o oitavo (Ah, meu Deus! Vai acabar o curso!) sejam ainda melhores!!!
Beijos!!!

Klaudius disse...

é 5 da manhana por isso eu não vo escreve mto.
mas, ''as soon as possible'' eu ecreverei mais.

Mas agora eu vou falar do coraçonildo, pois só os inteligentes de QI magnífico tem esta palavra em seu vasto vocabulário.
HUuhasuhaushas
Mas vai dize coraçonildo é mto bom. HUhshuas
Bitokas molhadas na orelha!

Lisi disse...

Hahahaha! Coraçonildo é muito bom, mas QI magnífico foi melhor ainda!

Ai, só tu mesmo "Klaudius"! Hehehe!

Klaudiney disse...

HUhuhuashuashu
QI magnífico é boa msm.
HUhusahuhuashuas
Ai meu deus, ele se supera a cada dia, oq vai ser o filho dessa criatura? Coitado!
UHhushuash

Mas agora voltando a falar sobre o teixxxto, eu gostaria novamente de destacar, q nem tu fez, a homenagem q eu fiz pra ti. Realmente aquilo marcou. Q bom q tu gostou,e te emocionou.
Foi mto legal msm. Me puxei na criatividade. Alias, eu e a Halý nos puxemo no bagulho. Foi totalmente inesperado por ti. Dava pra ver a tua cara de surpresa (isso é meio óbvio). Deu trabalho, mas vale a pena, a recompensa é boa.
Ta chega de falar senão já às emociono novamente...
Bjóns Lizza depois eu DOcomento novamente aqui. essa foi terrível.
HUhusahuas
Bjóns de novo!

Lisi disse...

Hahaha! É verrrdadi Klaudiney, tu se supera a cada dia, principalmente nos nomes! Hehehe!

I love you so much!